FOR PET - Pet Shop, Banho e Tosa e tudo para seu pet - São Caetano do Sul, SP

atendimento@forpetsaocaetano.com.br(11) 2629-3834

FOR PET SÃO CAETANO

SONS ! Compreenda o medo do barulho em alguns cães

​Assim como os humanos, os animais de estimação também podem sofrer algumas condições como a fobia ao ruído. Você tem um cachorrinho que estremece ao ouvir o som do trovão? E quando há fogo de artifício, ele ladra ou se esconde encolhido?

Terça, 18 de abril de 2017


Essa é uma condição ainda muito mal entendida. A fobia ao ruído pode realmente se desenvolver em patudinhos de todas as idades embora os que já tenham mais que um ano sejam mais propensos a sofrer com isso, de acordo com Kristen Collins, um estudioso aplicado ao comportamento animal (CAAB) e diretor do recém aberto ASPCA, centro de reabilitação, especializado no tratamento de cachorros temorosos e não ambientados.

“Alguns cachorros simplesmente parecem mais sensíveis e suscetíveis ao desenvolvimento de um medo de ruídos, e esta susceptibilidade pode indicar uma predisposição genética para o problema”, afirma Collins.

Outros caninos aprendem a temer certos sons: “Um patudo que inicialmente não tem medo de um som pode ficar com medo quando um evento desagradável está ligado a esse ruído”, acrescenta Collins.

Os sintomas da fobia ao ruído são geralmente extremos. Um canino que está experimentando um episódio de fobia fica em pânico, então ele vai alterar o seu ritmo cardíaco e vai salivar.

“Peludos assustados encolhem-se, as orelhas contra ficam coladas ao crânio, os olhos arregalados, os músculos tensos e as caudas enfiadas”, esclarece Collins. “Alguns cachorros tornam-se inquietos e movem-se ansiosamente sem propósito aparente, enquanto outros se tornam imóveis, fechando-se e incapazes de se mover”.

Alguns amiguinhos mais temerosos agarram-se aos seus donos, procurando conforto, enquanto outros preferem se agachar sozinhos, longe das pessoas e preferencialmente em algum lugar escuro e quieto. “Eu conhecia um cachorro muito amável e amoroso que temia o som do trovão e só parecia confortado por deitar em uma cama de cachorro, sozinho ou em uma banheira, até que o som parasse”, Collins diz.

“Punir um filhote por destruição, ladrar ou sujar em um momento de pânico só aumentará a ansiedade e agravará o problema”, diz Borns-Weil.

Existem muitas outras opções se dessensibilização e contra condicionamento que não estão ajudam o animal de estimação, diz a Dra. Katie Grzyb, DVM. Ela recomenda usar bolas de algodão ou esponjas de gaze rolada para colocar nos canais auditivos, o que pode diminuir o ruído durante as tempestades e fogos de artifício. Apenas certifique-se de removê-los após o evento de incitação.

Existem também agentes calmantes naturais que podem ajudar alguns animais de estimação, diz o Dr. Grzyb. Algo para mastigar, remédios de resgate e colares adaptáveis são opções que funcionaram para alguns animais.

Finalmente, se tudo mais falhar, o uso de medicamentos, como sedativos, podem ser úteis em animais de estimação severamente afetados. A sua administração requer o aconselhamento e prescrição da dosagem certa para o seu filhote.


voltar