FOR PET - Pet Shop, Banho e Tosa e tudo para seu pet - São Caetano do Sul, SP

atendimento@forpetsaocaetano.com.br(11) 2629-3834

FOR PET SÃO CAETANO

Câncer de Próstata em Cães

Dificuldade para urinar e defecar, além de dores abdominais, são sintomas da doença que atinge cães acima de 6 anos de idade.

Quarta, 28 de novembro de 2018


O câncer de próstata é uma doença que atinge os homens e também uma das mais temidas por causar danos graves à saúde. Embora o Novembro Azul seja para conscientizar a prevenção desse tumor nos humanos, o câncer de próstata também atinge cães e gatos e pode ser mortal, caso não seja identificado em estágio inicial.

O câncer de próstata é mais comum em cães, e na maioria dos casos, atinge os pets acima de 6 anos de idade. A doença se desenvolve por causas hormonais e um desequilíbrio na produção de testosterona do cão, que estimula o aumento do tamanho da próstata.

Sintomas

O câncer de próstata é uma doença silenciosa, mas que pode ser identificada por meio de alguns comportamentos que os pets apresentam, principalmente na hora de urinar. Entre os sintomas mais comuns observa-se o aumento na frequência da urina, além de gotejamentos constantes, sangue e pus. Em certos casos, o animal pode ter dificuldade ao defecar ou fazer fezes em forma de fitas (devido ao aumento da próstata que bloqueia a passagem das fezes pelo canal da pelve) ou em situações mais graves, pode ocorrer dor abdominal.

Diagnóstico

Para identificar essa doença é necessária a realização de uma ultrassonografia abdominal associada ao toque retal. A ultrassonografia abdominal, por ser um exame minucioso, consegue mensurar com detalhes o tamanho da próstata e verificar se há cistos prostáticos ou se há alguma alteração no tecido prostático. Já o toque retal, de forma mais grosseira, mensura o aumento prostático.

Prevenção

O câncer de próstata pode se desenvolver em cães castrados, decorrente de algum fator genético. No entanto, essas situações não acontecem com frequência e a castração ainda é um dos métodos preventivos eficazes contra a doença.

Já em casos onde os animais são mantidos férteis para reprodução, o ideal é que o tutor leve seu pet ao veterinário para o acompanhamento clínico do crescimento da próstata a partir dos 6 anos de idade.


Fonte: Portal G1


TAGS desta postagem

voltar